Rede Municipal realiza formação continuada de professores

postado em: Educação | 0

Entre os dias 10 a 12 de fevereiro, a Secretaria Municipal de Educação e Cultura desenvolveu atividades relevantes para contribuir no processo de formação continuada de Professores e demais servidores da área.

A equipe da SMEC acredita na importância da formação continuada como uma oportunidade para fortalecer o trabalho em equipe, ressaltar as habilidades individuais e proporcionar ferramentas para a motivação para o trabalho em conjunto, na busca de uma Educação significativa e de qualidade. Dessa forma, para viabilizar novas práticas em sala de aula e nas atividades laborais do dia-a-dia, o processo de formação também precisa favorecer as trocas de ideias, o espaço de fala para todos e a reflexão sobre o que pode ser feito para inovar as práticas e resinificar o processo de ensino-aprendizagem.

Na tarde do dia 10 (segunda-feira), após as boas vindas do Prefeito Valmir Land e do Secretário Helvio Strücker, a coordenação da SMEC iniciou o trabalho, a partir da leitura da Poesia “Professores Apaixonados”, de Gabriel Perissé, através da qual, foi realizada uma dinâmica para divisão dos grupos, que desenvolveram algumas tarefas para socializar no decorrer da tarde. Com o objetivo de oportunizar um momento de reflexão teórica e prática sobre aprendizagem criativa, ludicidade e inovação nas metodologias, os profissionais foram desafiados a construir a propaganda de um produto, ou serviço (educacional), para ser mostrado e defendido perante os demais.

Durante as apresentações, tiveram destaque os seguintes temas, defendidos pelos profissionais como influências importantes para que os alunos aprendam: desenvolvimento de projetos paralelos, principalmente, de brincadeiras, culinária, música e esportes e, também a sensibilidade, o amor e um olhar de encantamento do professor em relação aos alunos – para despertar a imaginação e o interesse pela aprendizagem.

Em continuidade, na terça-feira (11), os professores reuniram-se em grupos e foram provocados a definir uma problemática vivenciada no espaço escolar e realizar uma pesquisa sobre a mesma e, em seguida, apontarem possibilidades viáveis para a solução. A participação e o comprometimento dos educadores na realização da proposta culminaram na qualidade da apresentação dos trabalhos, que apontaram as seguintes problemáticas e suas possibilidades de resolução: inclusão escolar e social, na perspectiva da diversidade e da escola para todos; motivação e interesse de alunos apesar da realidade social em que vivem; sensibilização dos profissionais que trabalham na Educação, para a construção de práticas inovadoras.

Na quarta-feira (12), o tema de estudo foi “Educar para a sustentabilidade e o bem viver: questões éticas e práticas” – com o professor, PhD Daniel R. Cenci, do Programa de Pós-graduação em Sistemas Ambientais e Sustentabilidade da UNIJUÍ, que ministrou uma palestra sobre o tema e, o Engenheiro Florestal Jorge Schirmer conduziu os educadores na realização de uma trilha na CGH Rio Alegre – usina do Grupo Hidropan, situada no município de Condor.

Durante a palestra, foram abordadas questões importantes sobre consciência ambiental, sustentabilidade, visão sistêmica de mundo e interdisciplinaridade. Durante a trilha ecológica na CGH Rio Alegre, foi possível conhecer um pouco mais sobre a fauna e a flora da região, refletindo sobre a riqueza ambiental do nosso município, aspecto importante a ser desenvolvido através dos projetos curriculares das escolas.

Por, Assessoria de Comunicação/Texto e Fotos: Secretaria de Educação.

Comente

Comentários