Vacinação em Condor: perguntas e respostas

postado em: Saúde | 0
Condor tem 123 pessoas vacinadas. Fotografia: Comunicação.

A vacinação é gratuita?

Sim, pois neste momento será aplicada somente através do SUS – Sistema Único de Saúde.

 

A vacinação acontece ao mesmo tempo para todos os cidadãos?

Não. A imunização ocorre de forma gradativa, por fases, de acordo com a disponibilidade da vacina, até atingir toda a população. Os grupos mais expostos ao risco do contágio são os primeiros que estão sendo vacinados, e assim sucessivamente.

 

Como acontece a vacinação em Condor?

O Plano Municipal de Vacinação do município segue as orientações do Ministério da Saúde, e conta com três fases, priorizando a ordem de atendimento à população mais vulnerável e exposta ao risco de contaminação da Covid-19.

 

Quem faz parte da primeira fase?

  • Trabalhadores da saúde;
  • Acamados;
  • Pessoas de 85 anos ou mais;
  • Pessoas de 75 anos ou mais;
  • Pessoas de 60 anos ou mais institucionalizadas (não há);
  • População indígena aldeado em terras demarcadas (não há);
  • Povos e comunidades tradicionais ribeirinhas (não há).

 

Quem faz parte da segunda fase?

  • Pessoas de 60 a 74 anos.

 

Quem faz parte da terceira fase?

Morbidades:

  • Diabetes mellitus;
  • Hipertensão sepultura arterial;
  • Doença pulmonar obstrutiva crônica;
  • Doença renal;
  • Doenças cardiovasculares e cerebrovasculares;
  • Indivíduos transplantados de órgãos sólidos;
  • Anemia falciforme;
  • Câncer;
  • Obesidade grave imc ≥40;
  • Professores;
  • Caminhoneiros.

 

SOBRE AS VACINAS

Posso escolher qual vacina tomar: Coronavac, Oxford / AstraZeneca ou outra que venha a ser aprovada pela Anvisa?

Não. O Brasil tem duas vacinas aprovadas pela Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária): CoronaVac (Instituto Butantan) e AztraZeneca (Fiocruz).

Outras serão aprovadas futuramente. No entanto, no momento da vacinação será aplicada ou imunizante que estiver disponível, de acordo com as doses executadas pelo Ministério da Saúde e, não haverá possibilidade de escolha.

 

Posso receber a primeira dose de um laboratório e a segunda dose de outro laboratório? Como será esse controle?

Não é recomendado que uma mesma pessoa receba doses de laboratórios diferentes, pois não há estudos no mundo que assegurem a resposta imunológica correta no caso da intercambialidade de vacinas.

Toda pessoa vacinada terá rastreabilidade do imunizante aplicada (qual laboratório, lote etc.). Essas informações constarão na carteira de vacinação. Um SMS tem este controle bem como eficiência na aplicação de diferentes doses de vacina na comunidade.

 

A segunda dose deve ser aplicada quanto tempo depois da primeira?

Vai depender da orientação de cada fabricante. De qualquer forma, o cidadão / ã, terá esta informação na caderneta de vacinação.

 

A imunização começa a fazer efeito quanto tempo depois de aplicada a vacina?

Depende de cada vacina, mas, em geral, para fazer um efeito imunizante leve no mínimo 3 semanas.

 

Quanto tempo dura a imunização?

Ainda não se sabe. As vacinas aplicadas no mundo todo são ainda de caráter emergencial. Para determinar a eficácia de duração dos imunizantes é preciso o acompanhamento por meio de pesquisas, dos vários grupos vacinados.

 

Com a vacina, é possível flexibilizar as medidas de precaução da doença?

Não. O uso de máscaras, distanciamento social, higiene das mãos são necessárias mesmo após a vacina. Ainda estamos muito longe da possibilidade de relaxamento pessoal, que avançará na medida em que a vacinação seja ampliada para todos os grupos.

Uma pessoa vacinada, ou que já tenha contraído o vírus, continua sendo um agente de transmissão da covid-19. Além disso, a vacinação completa da população ainda levará muitos meses.

 

Para quem não é prescrito a aplicação da vacina?

Gestantes e menores de 18 anos (mas o limite de faixa etária pode variar). Isso porque ainda não é possível estabelecer uma lista completa de contraindicações, já que o uso aprovado é emergencial e os ensaios clínicos estão em andamento, bem como os critérios de exclusão.

VACINADOS EM CONDOR: 123 (até 10/02).

Por, Assessoria de Comunicação.

Comente

Comentários