Condor: uma potencialidade do noroeste do RS

postado em: Indústria | 0
Condor tem atualmente mais de 430 empresas, em funcionamento.
Vista aérea, lado oeste da cidade.

Com o crescimento populacional, gerado pelo aumento das empresas, Condor já atingiu em 5%, o número de novas empresas, de pequeno e médio porte, entre janeiro e outubro deste ano. Segundo dados fornecidos pelo setor de Cadastro e Arrecadação da Prefeitura, em 2018 cerca de 62 novos alvarás foram emitidos. Já em 2019, 65 novos pedidos de alvarás foram solicitados, e mais 30 que ainda apresentam alguma pendência, contabilizando 95 empresas abertas e em funcionamento somente neste ano.

Atualmente Condor possui 34 Indústrias (7,90%), 121 Comércios (28,15%) e 275 Prestadores de Serviços (63,95%), totalizando 430 empresas em atuação. Destas, destacam-se os segmentos de Prestação de Serviços e Comércio.

DAS POTÊNCIAS

Condor e Panambi juntos, formam o maior centro tecnológico de equipamentos pós-colheita do brasil, tendo destaque no município as empresas Joscil e Silos Condor no setor metal mecânico. Também se sobressaem outros segmentos, como construção civil, agroindústria, setor moveleiro e frigoríficos. O comércio está fortalecido com empresas que apostaram no município e hoje agregam valor e resultados na cidade.   

Outro destaque importante é a produção de sementes, a qual posicionará Condor como o maior produtor de Sementes Certificadas do estado, com a implantação de novas sementeiras, já confirmadas. Na bacia leiteira, é considerado o 2° maior produtor da região.

Em termos de localização geográfica frente à região do APL pós-colheita, o município, nos últimos anos, vem se destacando pelos incentivos da Administração Municipal, a qual busca auxiliar o desenvolvimento, não só do município, mas automaticamente do setor industrial. Somente na área industrial 23 empresas foram contempladas, sendo 6 já em funcionamento, 2 finalizando suas obras e 15 a iniciar as edificações em 2020.

Distrito Industrial Lauro Bürgel.

Segundo o secretário municipal da Indústria, Comércio e Serviços, Marcelo Lautert, apesar das dificuldades do setor industrial, a expectativa é grande frente aos propósitos das ações voltadas à instalação de mais empresas para Condor.

  “A geração de empregos, renda, e impostos, futuramente farão a diferença para investimentos ou custeio de serviços básicos para a população, oportunizando aos filhos dessa terra terem mais oportunidades”, acrescentou. 

Ainda segundo o secretário, é gratificante poder junto com o prefeito Valmir Land, buscar a realização de ampliação da área industrial. Algumas empresas ainda não se instalaram na sua totalidade, mas já há uma dezena de empresas inscritas no aguardo de incentivo da área, e muitos ainda solicitando informações dos incentivos que a Administração oferece.

“Isso faz com que nós tenhamos o compromisso de buscar oportunizar a essas empresas a vinda para o município, contribuindo ainda mais com o desenvolvimento”, disse ele.

Falando em metas, Marcelo comentou sobre a instalação de um hotel no município, tendo o local já definido, a qual as tratativas de negociação apontam com êxito a concretização de mais este investimento.

Para finalizar, reforçou que a meta da Administração Municipal para 2020, é poder concretizar a compra da nova área industrial, dando continuidade no objetivo da Gestão, centrada na União, no Progresso e no Desenvolvimento de Condor.

Máquinas da Prefeitura executando terraplanagem em um lote contemplado.
Por, Assessoria de Comunicação / Fontes: Setor de Tributos e Secretaria Municipal da Indústria.

Comente

Comentários