Bioeconomia é assunto em formação pedagógica de professores em Condor

postado em: Educação | 33
Prof. Doutor José Antônio Gonzalez da Silva, coordenador do programa de Pós-graduação em Sistemas Ambientais e Sustentabilidade, na UNIJUÍ.

Na manhã do dia 09 de novembro, nas dependências da EMEI Sonho Feliz, realizou-se uma formação pedagógica com professores de diferentes áreas da Rede Municipal de Condor e demais convidados, entre eles, o coordenador técnico ambiental da Hidropan, Jorge Schirmer.

Após as boas-vindas do Secretário da Educação, prof. Helvio Strucker, o Prof. Doutor José Antônio Gonzalez da Silva, coordenador do programa de Pós-graduação em Sistemas Ambientais e Sustentabilidade, na UNIJUÍ, ministrou a palestra intitulada “Ciência e Tecnologia no Campo da Bioeconomia: Produção de Alimentos, Educação Ambiental e Desenvolvimento sustentável”.

Nesta apresentação, com posterior discussão sobre o tema, foram apresentados os impactos do progresso humano nas últimas décadas e a aceleração das atividades antrópicas e a busca frenética do lucro numa economia capitalista. Dentro disso, a falta de visão interdisciplinar, tem tornando a sociedade sem capacidade de entender as informações, a ineficiência dos processos e os problemas dos impactos ambientais.

Após, uma grande discussão que envolve a Agenda 2030 para o desenvolvimento sustentável da ONU, que traçam o modelo global do plano de ação para acabar com a pobreza, garantir paz e prosperidade, proteger o ambiente, combater as alterações climáticas e a geração de processos mais sustentáveis. Dentro disso, o coordenador do Mestrado ressaltou a importância do conhecimento sistêmico e de trazer elementos práticos da educação ambiental por dentro das diferentes disciplinas dos professores. Inclusive, que estas atividades sejam realizadas desde os estágios iniciais de formação das crianças, como base de apoio na construção de uma consciência ambiental, transversal as diferentes áreas do saber.

Neste contexto, o professor abordou a importância da Bioeconomia, que busca aliar o crescimento econômico, com justiça social e preservação do meio natural, trazendo a necessidade do campo de estudo transdisciplinar, que reconhece a interdependência da economia e dos ecossistemas naturais ao longo do espaço e do tempo, garantindo a qualidade de vida as futuras gerações.

Destacou também a importância da criação de um grande mestrado multidisciplinar na região Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul, com visão sistêmica dos processos voltados a sustentabilidade, o programa de Mestrado em Sistemas Ambientais e Sustentabilidade, e da importância das pesquisas e ações do programa, vinculadas as prefeituras da região, buscando o desenvolvimento sustentável.

No segundo momento, foram apresentados 2 projetos desenvolvidos nas escolas municipais. O primeiro, apresentado pela Coordenadora Eunice P. Martins, foi o Projeto desenvolvido na EMEI Sonho Feliz: “Abelhas: as polinizadoras na Terra da Boa Semente”. Fechando a manhã, o prof. Tiago V. Müller, socializou seus conhecimentos sobre Meliponicultura – cultura das abelhas sem ferrão, projeto que desenvolve com alunos da EMEF Castelo Branco.

A Administração Municipal, representada na ocasião pela vice-prefeita, Juliana Batista, e a Secretaria Municipal da Educação, objetivam oportunizar aprendizagens que possam contribuir com as práticas pedagógicas desenvolvidas pelos professores nas escolas da rede. Dessa forma, as parcerias com outras instituições são de extrema importância, pois favorecem as trocas de experiência e o diálogo entre teorias e práticas, sempre buscando a qualidade de ensino das crianças e adolescentes.

Por, Assessoria de Comunicação/Fonte, Secretaria Municipal de Educação e Cultura.

Comente

Comentários

33 Responses